Sites Grátis no Comunidades.net

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA LUZIÂNIA (Site não oficial).



Total de visitas: 20324
HISTÓRIA DO ESTÁDIO SERRA DO LAGO






Postado por José Egídio


ESTÁDIO ZEQUINHA RORIZ – SERRA DO LAGO

O Prefeito Zequinha Roriz construiu e inaugurou o Estádio Zequinha Roriz - O Serra do Lago, com capacidade para 21 mil 564 torcedores, sendo que 13.212, nas arquibancadas e 8.352, lugares na geral. A Tribuna de Honra tem capacidade para 377 cadeiras e é totalmente coberta. A cobertura das arquibancadas é de 1.255 metros quadrados, o que representa 25 por cento da área coberta do Estádio. O Estádio foi construído pela POLIGONO ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. Cerca de 200 homens trabalharam oito meses na obra que consumiu 33 mil sacos de cimento e 200 toneladas de ferro. As arquibancadas são compostas de 50 degraus de 80 centímetro e uma área com a gleba de seis metros de largura. Um dado impressionante é que as arquibancadas foram construída através do nivelamento feitos na própria “serrinha”, o que proporcionou um desnível das Cabines de transmissão de Rádio e Televisão até o gramado.
MODERNIDADE – O Engenheiro Presidente Fábio Areias, responsável direto peça execução das trabalhos, afirmou que “Luziânia ganhou o que há de mais moderno em termos de engenharia esportiva”. Para os engenheiros Juvenal Batista Amaral, Eduardo Amaral, Marco Aurélio e Eduardo Douglas zambuja da Polígono “O Estádio reflete a visão do homem público que é ZEQUINHA RORIZ e demonstra a sua preocupação em apoiar o esporte da cidade e região”.
VESTIÁRIOS - Ao todo são oito, quatro para os clubes, visitante e local, um para os árbitros, um para os gandulas, um para o Departamento Médico e um para Almoxarifado e Rouparia. Todos com estacionamentos privativos.
ACESSO – O acesso lateral às arquibancadas, a geral, à Tribuna de Honra, além de amplo espaço para os blocos das bilheterias, sanitários, lanchonetes, Cabines de Rádio e Televisão e estacionamento para 1.300 veículos.
APELIDO – A Secretaria de Deporto e Turismo promoveu concurso para a escolha do apelido do Estádio Zequinha Roriz, votaram 700 pessoas sendo que 170 votaram pelo apelido SERRA DO LAGO, que foi o vencedor, foram votados os apelidos GIGANTE DA SERRINHA, SERRA DO OURO e RORIZÃO. CILENE AUGUSTO DE SOUZA, moradora à Rua Maria Lourenço, Quadra 101, Lote 23, Setor Fumal – Luziânia-GO, ficou com o prêmio de CR$ 500.000,00.
REINVIDICAÇÕES -Isso depois de inúmeras reinvidicaçoes dos desportistas José Egidio Pereira Lima e Albino Inácio Soares, através do programa mundo nos esportes da Radio Mega e nos jornais A Folha, O Popular, Correio Brasiliense, Ultima Hora. O Estádio o maior do Entorno e um dos melhores do estado de Goiás.
INAUGURAÇÃO - O povo de Luziânia e cidades vizinhas compareceram em grande numero ao novo estádio e saíram satisfeitos com o time local e com o novo estádio um dos melhores do estado de Goiás. Quanto ao Botafogo decepcionou totalmente a sua torcida. À tarde de Luziânia foi preenchidos com desfile das equipes mirins (escolinhas), descidas de Pára-quedistas de Brasília, discursos, chuvas e muitas homenagens.
LUZIANIA BOTAFOGO
O JOGO - O Luziânia surpreendeu ate mesmo aos torcedores mais apaixonados. Precavido, jogou com cautela. Nos primeiros dez minutos exerceu forte pressão sobre o Botafogo, obrigando o goleiro Zé Carlos a praticar varias intervenções difíceis. Depois do susto inicial, o Botafogo equilibrou o jogo e passou a ter leve domínio do time de Sidney Nascimento. Willian no gol, Eduardo Gaúcho na zaga, Carlos Alberto e Zé Vieira no ataque, se destacaram na partida, obrigando os Botafoguenses a exercerem cuidados especiais em todos os setores do campo. Djair, Pingo, Nelson e Macale, pelo Botafogo, tiveram dificuldades para bloquear as principais jogadas do Luziânia, pela rapidez com que elas eram executadas. E foi com toques rápidos e deslocamentos constantes que o Luziânia fez o gol da Vitória. Tudo aconteceu com um lançamento longo para o ponta Zé Vieira na entrada da área pelo setor direito. Aproveitando-se da falta de marcação, chutou forte, enviesado, houve o rebote do goleiro Zé Carlos, e Rogerinho surgiu na pequena área para chutar com violência para o gol vazio e fazer a festa com a torcida do Luziânia.
SEGUNDO TEMPO - O mesmo esquema tático do primeiro tempo foi colocado em pratica no segundo, de tanto tentarem o gol sem alcançar sucesso, os botafoguenses ficaram nervosos, de tanto reclamarem e praticar o ante jogo foram expulsos pelo arbitro Dario Souza Campos, Vivinho, Nelson e Marcão. O Luziânia poderia ter chegado ao segundo gol se o arbitro tivesse marcado um pênalti do goleiro Zé Carlos contra o ponta Rogerinho.
UNIFORMES – O Luziânia iniciou o jogo no primeiro tempo com o seu segundo uniforme todo Branco e o Botafogo com o seu primeiro listrado, no segundo tempo o Botafogo voltou todo de Branco com o seu segundo uniforme e o Luziânia com o seu primeiro listrado.
DESPEDIDA DE ZE VIEIRA - Esse jogo marcou também a despedida do jogador Zé Vieira que pela ultima vez vestiu a camisa do Luziânia e não jogou mais profissionalmente e foi dedicar-se a sua empresa de engenharia que também fiscalizou as obras do estádio Zequinha Roriz o Serra do Lago.
RECORDE DE PÚBLICO E RENDA - Na inauguração bateu um recorde Cr$ 135 milhões de renda, valor jamais imaginado na região e um público de 6.755 torcedores. Com o Botafogo, o Luziânia teve as seguintes despesas - Cota Liquida pelo jogo Cr$ 80.000.000,00, refeições e hospedagem - Cr$ 27.000.000,00. Passagens com a delegação - 54 milhões. Total Cr$ 161.000.000,00.
Ficha Técnica
Jogo - Luziânia 1x0 Botafogo-RJ.
Motivo. Amistoso
Local - Estádio Municipal Zequinha Roriz (Serra do Lago)
Horário -16.00hs data Domingo, 13/12/1992.
Arbitro - Dario Souza Campos
Auxiliares - Antônio Vidal e Filomeno Dourado
Renda - Cr$ 135.113.000,00 - Publico Pagante - 6.755 pessoas.
Gol - Rogerinho, aos 36 minutos do primeiro tempo.
Anormalidades - CA Marquinhos (Luziânia) - Vivinho, e Nelson (Botafogo), CV Nelson, Vivinho e Marcão, (Botafogo).
O Luziânia venceu com William Stain; Marcelo Roriz, Gilmar, Eduardo Gaúcho e Marquinhos - Luciano, Carlos Alberto e Zé Carlos - Zé Vieira (Ed Carlos), Marcelo Cruz e Rogerinho (João Cortes). RESERVAS - Gúbio, Ticão e Chicão – Técnico: Sidney Nascimento.
BOTAFOGO - Zé Carlos - Marcão, André, Rogério Pinheiro e André Duarte - Pingo, Djair e Macale - Vivinho, Bob (Marcelo Carioca) e Nelson - RESERVAS - Arilson, Gilmar Francisco, Cláudio e Pino. Técnico - Joel Martins.
PRIMEIRO GOL DO ESTÁDIO ZEQUINHA RORIZ
Coube ao ponta-esquerda Rogerinho, morador da Cidade Ocidental, o privilegio de marcar o primeiro gol do estádio Zequinha Roriz - Serra do Lago, inaugurado festivamente no dia 13 de dezembro de 1992.
O GOL - Aconteceu aos 36 minutos do primeiro tempo, com o qual o Luziânia derrotou o Botafogo, do Rio, por 1X0, diante de um publico de mais de dez mil pessoas E foi com toques rápidos e deslocamentos constantes que o Luziânia fez o gol da Vitória. Tudo aconteceu com um lançamento longo para o ponta Zé Vieira na entrada da área pelo setor direito. Aproveitando-se da falta de marcação, chutou forte, enviesado, houve o rebote do goleiro Zé Carlos, e Rogerinho surgiu na pequena área para chutar com violência para o gol vazio e fazer a festa com a torcida do Luziânia.
INAUGURAÇÃO DOS REFLETORES
LUZIÂNIA 0 X 0 GOIÁS - Em jogo valido pela 16 Rodada do campeonato Goiano da primeira divisão realizado no dia 15 de junho de 1993, contra o time do Goiás as 20:30 hs.
Ficha Técnica
Local: Estádio Zequinha Roriz
Arbitro: Jerônimo Alves
Auxiliares: Raimundo Martins e Ruber Romero
Renda: CR$ 110.950.000,00 – Público: 2.218 pagantes
LUZIÂNIA - Carlos César; Viana, Gilmar, Divino e João Córtes; Agnaldo, Júlio Castro e Gilmarzinho; Washington, Ednaldo (Bugrão) e Gerson. Técnico: Luiz Dário.
GOIÁS - Sérgio; Wilson Goiano, Bilzão, Wladimir e Rubens Carlos; Roberto Ramos, Estrela e Wallace; Niltinho (Edvaldo), Marcelo Batista (Pirata) e Augusto. Técnico: Procópio Cardoso.
REINAUGURAÇÃO DOS REFLETORES – fotos Remi/Célio - Na noite do dia no Estádio Zequinha Roriz (Serra do Lago) em Luziânia a Associação Atlética Luziânia e o time do Guará se enfrentaram resultando em vitória do LUZIÂNIA por 3x0. Na ocasião estavam presentes no estádio, o Governador de Goiás Marconi Perilo, juntamente com o Prefeito Municipal de Luziânia Célio Antônio da Silveira entre outras autoridades que alem de assistirem à partida, participaram da inauguração da nova iluminação do estádio.
I RODADA DO RETURNO
Luziânia 3x0 Guará
Local: Estádio Zequinha Roriz
Data; 08.02.2006
Arbitro: Divino Enes
Gols: Jean Carioca, Djalma Santos e Xexéu
Público: 1.752 pagantes- Renda: R$ 8.760,00

Luziânia – Charles; André Guerra, Irituia, Ailson e Djalma Santos; Jean Carioca, Iron, Perez (Mazinho) e Veron (Xexéu); Wilton Pantera e Giovani (Cosme). Técnico: Everton Goiano.

Guará – Marco Antonio; William, Alex, Wilton Cabecinha (Lourenço) e Divino; Donizete, Fábio, Juninho e Renan( Israel); Marcos (André) e Victor.Técnico: Gilton Oliveira


Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net